Ano II - 22 de Novembro de 2017

Saúde, Beleza e Bem-Estar

24/03/2016
Omeprazol: uso irracional pode comprometer sua saúde
Os inibidores da bomba de prótons (IBPs), como o omeprazol, lamsoprazol, pantoprazol, esomeprazol, rabeprazol, dexlansoprazol e os demais medicamentos desse grupo, inibem irreversivelmente a enzima H+/K+-ATPase (bomba deprótons) realizando a supressão da produção de ácido estomacal. 

Embora esses medicamentos sejam utilizados para diminuir os sintomas da queimação estomacal, da azia, ou mesmo no refluxo gatro-esofágico, vários estudos tem relacionando os IBPs com o câncer deestomago, o adenocarcinoma, a deficiência de vitamina B12e de Ferro.

De acordo com o estudo "EFEITOS EM LONGO PRAZO DE INIBIDORES DABOMBA DE PRÓTONS", publicado no periódico BJSCR (5(3):45-49 (Dez 2013 - Fev 2014)), embora haja diferenças farmacocinéticas,todos os representantes dessa classe são similaresentre si, reduzindo em até 95% a produção diáriade ácido gástrico. A secreção ácida só retorna ao normal após síntese einserção de novas moléculas da enzima H+/K+-ATPasena membrana apical das células parietais. Sendo assim, ainibição da secreção ácida persiste após eliminaçãoplasmática das drogas, cuja meia-vida não é superior a90 minutos. Com a interrupção de um tratamento adequado,o restabelecimento completo da secreção podelevar até 5 dias para ocorrer.

Assim, a maior preocupação relaciona-se com os efeitos emlongo prazo, devido à intensa supressão ácida que promoveaumento na secreção de gástrica compensatória,com a consequente hipergastrinemia. Como a gastrina é um hormônio trófico, a estimulaçãoda proliferação e crescimento de células e tecidos pode ser ativada indiretamente pelos IBPs. Há também umacompensação pela baixa cloridria através da “aceleraçãoda produção” de células parietais, com crescimento excessivo dessas células no estômago. Então, quando aprodução de ácido deixa de ser bloqueada pelos IBPs, omecanismo de produção de ácido funciona de modo aindamais intenso.Assim, a utilização em longo prazo de omeprazol emhumanos pode então relacionar-se com a proliferação decélulas e tumores carcinoides.

Os efeitos indesejados mais comuns, embora raros, consistem em náuseas,dor abdominal, prisão de ventre, flatulências e diarreia.Foi relatada a ocorrência de miopatia subaguda, artralgias,cefaleias e exantemas cutâneos.

Com este artigo, o que se pretende não é a interrupção de tratamentos em andamento, de forma deliberada pelo paciente; pretende-se sim, alertar para que não se faça uso abusivo, por automedicação.


Escopo Editorial Sobre Master News Quero ENVIAR UMA MATÉRIA Quero SER UM PATROCINADOR
Quero receber conteúdos Master News
Preencha os campos abaixo e fique atualizado com os principais temas relacionados à "Saúde, Beleza e Bem-Estar", "Educação" e "Ciência e Tecnologia".



Master News - Fone: (44) 4141-7500 - Rua Princesa Isabel - 1236 - Maringá/PR
email: comercial@grupoemaster.com.br